24 de fevereiro de 2015

Livro: A Culpa é das Estrelas por John Green.

 
Título: A Culpa é das Estrelas
Autor: John Green

Editora: Intrínseca

Número de páginas: 288

Ano: 2013

ISBN: 9788580572261 

Avaliação no Skoob: 4,4

Classificação dada pelo blog: ★★★★★


Essa resenha foi escrita há um ano atrás e por algum motivo, que eu não me lembro agora, eu acabei não postando. Sei que já faz um tempo que o livro foi lançado, mas queria deixar minha opinião aqui. Fiz algumas adaptações e bom, está aqui.
Eu me perguntei, porque não fazer a resenha em vídeo? Refleti por alguns minutos e pensei: Não, nem adianta, porque você vai chorar que nem uma doida e não vai dar muito certo, então, resolvi escrever mesmo porque eu posso chorar ou não chorar sem ninguém saber, essa é uma das vantagens de você escrever um post e não gravar algo para postar no Youtube.
Todo mundo sabe, pelo menos por cima, a história do livro: A Culpa é das Estrelas do John Green.  O livro é narrado em primeira pessoa, pela protagonista (jura?) Hazel Grace que sofre de um câncer de tireoide com metástase nos pulmões e é uma paciente terminal. Ela tem dezesseis anos e há três anos luta contra este câncer
Para que não se sinta tão sozinha, a mãe de Hazel faz com que ela vá um Grupo de Apoio, que é um grupo de adolescentes que tem algum tipo doença, ou seja, enfatizando o tema do livro, o câncer. Neste Grupo, ela conhece o maravilhoso Augustus Waters, ou simplesmente, o Gus, que foi diagnosticado com " osteossarcoma, um câncer que afeta os ossos. Ele é um dos SEC, que significa: "Sem evidência de câncer", fazendo com que ele viesse a amputar sua perna direita, e usasse uma prótese no lugar, o que o faz mancar e dirigir muito mal.
Após se conhecerem melhor, os dois começam a se aproximar mais e começam a ter os mesmos interesses, apesar de serem muito diferentes. "O último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico". Com a chegada de Augustus em sua vida, Hazel vê a sua reviravolta. "Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas." 
A Culpa das Estrelas virou um livro febril entre muitas pessoas, se posso dizer, até mundial. Sempre me perguntei o porque disso e porque as pessoas eram loucas, tipo, loucas mesmo, por esse livro e ficaram mais loucas ainda, com a estreia do trailer da adaptação cinematográfica. E ficaram muito mais loucas com a estreia do filme nos cinemas. Como sou uma pessoa que precisa estar antenada no mundo da literatura, fui querer saber, o porque de tanta loucura em relação ao livro! Comprei ele em 2013, junto com O Teorema de Katherine (que é do mesmo autor) e só peguei ele para ler esse ano (2014). Li mais, porque o pessoal estava dando muito spoiler em relação ao livro e ao trailer, dai resolvi ler sério, porque já tinha lido umas duas páginas quando ele havia chegado.
Vocês acreditam que, eu não conseguia desgrudar a droga do meu olho da página? Pelo que me lembro, em uma hora mais ou menos, já tinha lido umas 40 ou 50 páginas, isso porque, sou super lerda para ler determinados livros. Fiquei impressionada com o jeito que o John Green escreve, pois a escrita dele, de uma forma ou de outra, te cativa instantaneamente e você fica: UAU! Ele escreve de uma forma cotidiana, de uma forma que o adolescente consegue se identificar muito bem com a Hazel e de uma forma muito engraçada, que te faz querer mais e mais e mais e mais e mais e mais e mais... até você terminar o livro e ficar em estado depressivo, o que vamos concordar, não é nada bom!
Quando eu terminei ele, em uma noite de um domingo, (dia 23/02 ~para ser mais especifica~), eu entendi o porque o livro foi tão febril e cativou tanto as pessoas. Em partes, posso falar que foi devido a sua escrita, mas para mim, o que me cativou mais, além da escrita, foi o enredo. Ele criou dois personagens, ambos com o maldito câncer, e mostrou ao mundo que, as pessoas que tem câncer, podem viver a sua vida normalmente, se aceitarem o seu destino, além de que, ele descreveu um dos melhores romances que eu já li, até melhor que Nicholas Sparks.
Parabéns a editora Intrínseca por ter trazido esse livro para o Brasil e por ter tido o maior cuidado com ele. Parabéns também, ESPECIALMENTE, ao John Green, por ter escrito uma história lindíssima, de comédia, dor, amizade e amor.

24 comentários

  1. Só eu que não gostei desse livro? Sei lá, falaram que eu ia chorar que isso que aquilo, bom eu achei clichê. Me julga, nunca mais olhe na minha cara, mas eu não posso mentir haha Achei tãaao banal, sério.Mas que bom que você gostou, acho que tudo depende do que a pessoa gosta de ler haha

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah várias pessoas também não gostaram dele moça. Não julgo quem não gostou, claro, até porque cada um é cada um. Por outro lado, não achei tão clichê assim, ele apresentou uma história diferente, escrita de uma visão diferente. Mas claro, respeito a opinião de cada um. HAHAH. Exatamente. Adorei você ter deixado a sua opinião sincera aqui, viu? Um beijo

      Excluir
  2. Esse livro é perfeito, tem uma narrativa perfeita e uma história que te prende do começo ao fim, como você mesma disse no post... A culpa é das estrelas é um livro um tanto especial pra mim, pois foi o primeiro livro sem ser do gênero infantil que eu li inteiro em pouquíssimos dias e a história é tão cativante que me arrancou lágrimas dos olhos em determinados capítulos. Adorei o post Cah, adoraria uma resenha do livro "O Teorema de Katherine". Beijos~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, a narrativa dele é perfeita! Eu li em pouco tempo também, um dos poucos livros que eu não penei pra ler. Eu chorei que nem uma besta também, porque a história é linda! <3. Em breve eu posto aqui, pode deixar, haha. Beijão <3

      Excluir
  3. Sim, o livro é muito bom e o autor acertou em cheio. Eu tb chorei no livro, mas nem foi tanto pela Hazel, mas principalmente por causa da mãe dela. Me comoveu ela pensando que deixaria de ser mãe, triste demais.

    Boo
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/02/butterfly-vinganca-e-um-prato-que-se.html#.VO40I_nF-mv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Gi! Ah, eu chorei por isso também, principalmente pelo fato de eu achava que quem iria morrer era a Hazel e não outra pessoa. Dai a mãe dela tinha esse pensamento e tal. Mas o livro é mt bom, mesmo! Obrigada pelo comentário Gi. Beijo <3

      Excluir
  4. Eu simplesmente sou apaixonada por esse livro, quando eu li tava aquele blá blá blá sobre e eu passava longe pra não ler muito spoiler e me emprestaram depois e eu chorei lindamente no final, foi surreal o quanto me apeguei HAHAHAH.

    Beijos,
    http://www.girlbeinggeek.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava do mesmo jeito Karol, no começo eu achava, NOSSSA, porque todo esse rebuliço por causa de um livro, mas depois, cai em amores, exatamente como você. Essas coisas são surreais demais, haha.
      Beijos <3

      Excluir
  5. Essa história é linda... mas só vi o filme e chorei que nem um bebê. Agora quero ler o livro, deve ser tão lindo quanto.

    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa história é um amor, você devia ler o livro logo Fer! Se no filme tu chorou que nem um bebê, no livro tu vai chorar mais, haha, eu acho! Leia e poste a resenha no blog! Ok? Beijo <3

      Excluir
  6. Nunca havia lido, mas confesso que fiquei curiosa c:

    ResponderExcluir
  7. Eu apenas assisti o filme e fiquei encatada..
    Sei que o livro é bemmm melhor...
    Adorei mesmo sua resenha.. Vc escreve muito bem..
    Parabéns e big beijo

    Blog Makeeando
    Grupo no Facebook - Super Blogueiras (Makeeando)
    Fan Page
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você devia ler logo moça, é fantástico o livro! Aown, obrigada! Big beijo pra ti tbm <3

      Excluir
  8. eu sou doida nesse livro, e a escrita do John é ótima também, te prende e tal.. e só pelos capítulos serem curtos já te deixa ainda mais animada pra saber o resto da história. Amei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Mi. Adoro livro com capitulo curto, porque te deixa mais curiosa e a vontade de ler é enorme, haha. Obrigada Mi <3

      Excluir
  9. Você acredita que eu ainda não li o livro e nem vi o filme? Mas todo mundo fala tão bem, que estou louca para ler <3

    xoxo || Larý Space

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Lary, voce devia ler e ver o filme logo. Os dois são perfeitos e o filme é totalmente fiel ao livro. Claro que tem uma coisa aqui e ali, mas é o amor da vidinha! Corre logo e depois posta no blog enh? u_u. Beijos <3

      Excluir
  10. Um dos meus livros preferidos! Eu amei!!!

    Ah, já estou seguindo!

    Beijos, Jac
    http://behind-thewords.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Toca aí Jaq! õ/. Obrigada <3
      Beijos!

      Excluir
  11. Li esse livro um bom tempo antes do filme e chorei bastante com o final, mas o livro não em conquistou de cara. Apesar de gostar das ironias dos personagens, alem das suas personalidades pra mimfoi justamente a forma como o J. Green escreve que me fez ir muito devagar até a metade do livro. Gostei, mas não achei um livro tãaaaao grandioso assim . Achei Cidades de papel bem mais fácil de ler e bem mais legal.

    Beijos
    Que Nerdisse Alice!

    ResponderExcluir
  12. Seus textos são ótimos, seu post é bem completo... Gosto muito do seu conteúdo e acompanho o blog...Mas Carol eu devo ter algum problema não é possível,rsrs, eu não consigo ter 1% de vontade de ler esse livro, não sei e olha que já tantas renhas... Pretendo quebrar esse bloqueio literário.
    Beijos :)
    www.cantinhob.com

    ResponderExcluir
  13. Eu só vi o filme, chorei horrores *-*
    http://blogevelynbard.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu chorei horrores quando li e quando vi o filme, não parei um segundo. Mas também fiquei me perguntando as coisas sobre a vida. Porque tem que ser desse jeito e tals para algumas pessoas é claro. Mas é muito bom esse livro e filme.
    http://passando-os-vinte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Um pequeno avisinho antes de comentar: por favor, não comente: "amei seu blog, segue o meu, ou visite o blog"ou comentários que só fazem troca de links, este tipo de comentário não será aceito. Comente algo legal, que vá agregar. E eu sempre visito os links que são deixados aqui, e faço isso com o maior prazer <3

 






Design e programação: Carol Mascarenhas
Cores de Dezembro - 2013/2015. Versão 4. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger